Guias e estratégias para estudar

Tudo fica um pouco diferente assim
que é falado em voz alta
Herman Hesse
Alemão 1877-1961

Série pensar

Pensar em voz alta/fala privada

Quando aprendemos na infância, o pensar em voz alta ou o dizer o que estávamos pensando eram aceitos como uma forma de demonstrar nosso conhecimento ou de nos abrirmos para “pegar o certo”.

Emitíamos palavras, ideias, frases formadas.
Quando corrigidos, praticávamos até imitar corretamente ou de acordo com o modelo de nossa família,vizinhos,escola etc.

Pensar em voz alta foi essencial para nosso primeiro aprendizado.
O pensamento em voz alta é também denominado fala privada.

Quando ficamos mais velhos e maduros o pensamento em voz alta é internalizado e a fala é usada na comunicação com os outros.

"Nunca, a necessidade da fala privada desaparece. Quando encontramos uma situação não familiar ou atividades exigentes em nossa vida, a fala privada ressurge. É uma ferramenta que nos ajuda a superar obstáculos e a adquirir novas habilidades

Tendemos a usar apenas frases incompletas na fala privada.O que é dito reflete nossos pensamentos,mas apenas  o que é  confuso,novo ou desafiador.Omitimos aquilo que  já sabemos ou entendemos. Por  isso, a fala privada diminui à medida que nosso desempenho ou entendimento aumenta.

A fala privada é usada no aprendizado para planejar, monitorar o progresso e nos guiar no trabalho que envolve tarefas desafiadoras , além de nos levar a dominar novas habilidades.Pode nos ajudar a gerenciar situações e a controlar nosso comportamento porque verbalizamos nossos sentimentos e desabafamos  conosco mesmos.

A fala privada é uma ferramenta útil no aprendizado. Quanto mais  envolvemos nosso cérebro em múltiplos “níveis”,mais nos  tornamos capazes de  fazer conexões e reter o que aprendemos.Lemos,criamos imagens ou diagramas,ouvimos,usamos música ou emoção,falamos com os outros (aprendizado colaborativo) e conosco mesmos.Alguns  de nós gostamos de falar com outra pessoa ou falar em  grupo.Os dois jeitos nos  ajudam a entender ou a lembrar melhor. E alguns de nós não precisamos de outra pessoa para conversar!Isso pode ser um estilo de aprendizagem, e muito eficiente.

Usamos múltiplos sentidos e experiências para processar e reforçar nosso aprendizado. A combinação das estratégias é muito pessoal.

Usamos a fala privada  no aprendizado para:

  • Memorizar vocabulário ao falar as palavras.
  • Apreciar um poema com sua “dramatização.”
  • Editar trabalhos escritos, lendo-os em voz alta.
  • Falar sobre problemas matemáticos para chegar à solução.

"Nunca, a necessidade da fala privada desaparece. Quando encontramos uma situação não familiar ou atividades exigentes em nossa vida, a fala privada ressurge. É uma ferramenta que nos ajuda a superar obstáculos e a adquirir novas habilidades Berk. L.E, Why Children Talk to Themselves, Scientific American, November 1994, pp 78 - 83 e http://www.abacon.com/berk/ica/research.html 10/23/00
“Na atividade de pensar em voz alta, o professor partilha com os alunos o processo de pensamento…”U.S. Department of Education, 4. Modeling is an important form of classroom support for literacy learning. (http://www.ed.gov/pubs/StateArt/Read/idea4.html, October 30, 2000) State of the Art:  Transforming Ideas for Teaching and Learning To Read, November 1993
“Adultos que não são bons leitores  também leem em voz alta,mas eles aprenderam a disfarçar isso por razões sociais _ eles subvocalizam ou apenas  movem os lábios ao lerem _porque sabem  que serão discriminados se lerem em voz  alta.Entretanto,essa é  a maneira mais fácil e natural de absorver conhecimento” Wenger, Susan, Image-Streaming, http://www.geocities.com/Athens/Acropolis/1179/ 10/25/00
“Como já foi estabelecido em Child Development,’’A pesquisa confirmou que as crianças ,assim como os adultos,usam a fala privada quando acham difícil a tarefa ou quando erram,mas quando usam a fala privada , o seu desempenho aumenta na resolução de uma variedade de atividades” ” Agres, Jaime, Why do Chilren Talk to Themselves?, http://cla.calpoly.edu/~jbattenb/ling/ Student Research Papers, 10/25/00

Veja também:

Pensando criticamente | Pensamento radical |
Pensar em voz alta/fala privada | Mapear a mente e os conceitos |
Pensando como um gênio | Concentração |
Usando efetivamente a memória | Acrônimos | Acrósticos
Tomada de Decisões | Como tomar boas decisões